Sexta-feira, 7 de Outubro de 2005

Pelo Alto Tâmega



  Eis que marius, de repente, avista algo que há muito não via – a casquinha de noz. De novo volta a estar presente no alforge desta viagem.

  O cavalo galopa agora por madressilvas-das-boticas pequenos arbustos a caminho de Curalha, povoado fortificado romano e alti-medieval, onde um castro faz as delícias dos investigadores.



  Aqui, em Curalha, o cineasta Manuel de Oliveira realizou o filme «O Auto da Primavera».

  Mas continuemos pois a viagem é longa e, outros que nos digam o que mais há para ver nestes recantos de Portugal.

Quem vos vem cantar os Reis
De noite pelo escuro,
Decerto quer saber
Se o vinho é maduro.


  Quem assim o diz são as gentes de Vidago pelas Janeiras. E se o vinho maduro é bom, também admirável é o panorama que se desfruta da torre-miradouro. Os romanos fizeram de Vidago uma estância termal, que ali iam fazer as suas curas e tanto bebiam como lavavam os seus corpos nas santas águas, para curar os seus males. Quem nunca ouviu das famosas águas desta região? Espero que devido a falta de pluviosidade não tenha secado o caudal.



«O viajante tomou-se de amores por um nome, pelo nome de uma povoação que está no caminho de Murça, e que é Carrazedo de Montenegro. (...)»
José Saramago

  Como estamos no Outono nada melhor que ir até Carrazedo de Montenegro, as suas origens remotam a um castro romanizado - Castro de Ribas - e de um Castelo medieval denominado - Castelo de Montenegro, o maior exportador de castanhas, sendo a sua feira anual da castanha - CASTMONTE - em Novembro.



  Ex-libris da vila, a Igreja Matriz, do século XVIII, tem uma magnífica frontaria e um belo adro. Se juntar-mos a isto o pelourinho transformado em cruzeiro e a gastronomia da região de certo que não se dará por mal empregue a viagem até esta zona do Alto Tâmega.

  Valpaços encontra-se na fronteira entre a Terra Fria e a Terra quente do Nordeste transmontano e é um grande produtor de azeite e batata. A sua Matriz de abóbada de granito e coro abalaustrado é uma referência assim como os famosos vinhos, o folar e o seu bacalhau à Bruxa de Valpaços.

  Mas vamos subindo a caminho de Bragança e ao encontro de uma história acontecida em Monforte de Rio Livre. Diz-se que quando D. Francisco, irmão do rei D. João V, se deslocou a esta localidade os vereadores tiveram a iniciativa de mandar que as mais bonitas raparigas do lugar lhe oferecessem em açafates ornados de flores a única fruta que dispunham, figos (houve outras sugestões como pinhas, outro fruto da região). Pelos vistos o infante não gostou da mesquinha oferta e mandou que o vereador que teve tal ideia fosse amarrado a um poste, servindo de gáudio aos lacaios do seu séquito que, fazendo do vereador alvo, lhe mandavam projécteis de figos. Certo é que no fim o humilde vereador com a cara lambuzada pelos figos ainda dizia com ar de sorte: - Ainda bem que não lhe oferecemos pinhas!»

  Aqui marius sorri, não há povo como o nosso, quando a desgraça acontece foi sempre uma sorte, podia ser bem pior.

publicado por marius70 às 04:44
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 12 de Agosto de 2008 às 12:05
...estava a olhar para as teclas sem saber como começar!!!!...ainda será tempo de comentar?!?!??!?......pode ser que já vá tarde mas não resisto. Sr. imperador que feliz me deixou andar por aqui a lê-lo....e que sorriso me deixou nos lábios e que brilho me ficou na alma ao ser transportada à minha terra.... e que saudade daquela igreja onde em criança tantas vezes saltitei pelo adro fora, naquele que era o local de encontro, de culto, de diversão....ah ! que saudade da paz da infancia.....do ar.....das gentes...já os olhos se turvam um pouco por alguma emoção do recordar do tempo passado que foi tão feliz!!!!! ....continua a escrever......cegarás à alma de muitos pela certa!!!! Enviado por empregadita em outubro 12, 2005 12:08 PM

Sabes empregadita? Em primeiro lugar fico satisfeito pelo facto de teres aqui aparecido. És uma amiga do coração e belos momentos que passamos, mais outros bons amigos, nesse espaço que ficou para sempre gravado, o fórum Adega. Em segundo lugar, fiquei emocionado também pelo facto de te ter despertado essas emoções. Pela primeira vez alguém falou aqui da sua terra, dos lugares que fazem parte das suas recordações, dos sentimentos despertados. Só por isso empregadita, vale a pena este meu «Rumo ao Sul». Tudo de bom para ti. Bjs Enviado por marius70 em outubro 13, 2005 02:24 AM


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Torres Novas

. O Castelo de Almourol

. Tancos e o Tejo

. Tomar - A cidade dos Temp...

. Penela

.arquivos

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

SAPO Blogs

.subscrever feeds